Página crochê facebook

segunda-feira, 24 de janeiro de 2011

O inimigo da vez

No Brasil as pessoas são muito desatentas e tendem a culpar os medicamentos por todos os males que estes por ventura possam vir a causar. Eu sei que há pessoas, como eu, que são alérgicas ou predispostas a doenças e por isso correm riscos graves. Mas o resto tudo é exagero. Exagero na desinformação que leva a utilização de altas dosagens e a automedicação e na crença ou entedimento errôneo de alguma notícia. A notícia quando mal absorvida ou mal compreendida se alardeia de forma a perturbar o sossego.

Leia no link a seguir, a opinião de profissionais sobre o assunto e não se apavore à toa.
Use Paracetamol sem EXAGEROS


Acontece agora com o Paracetamol o que ocorreu com o Decongex, medicamento esse, assim como o Paracetamol, bastante utilizado e proíbido no passado. Mas creia, até hoje circulam e-mails  tirando o sono de mães desavisadas. O Decongex passou a se chamar Decongex Plus após ser retirado do mercado e reinserido sem a substância considerada letal para algumas crianças alérgicas. (Mamãe depois de ler isso informe-se com o seu pediatra, mas nunca mais repasse tal e-mail)

O Paracetamol é o analgésico mais fraco e bem tolerado que existe. É utilizado em bebês recém nascidos ainda na maternidade. É a medicação usada em bebês prematuros, bebês estressados que não dormem após o parto, etc... (minha irmã é profissional da saude e garante que é assim)

Mais perigoso seria usar Ibuprofeno e Dipirona. A Dipirona apesar de consideravelmente mais eficaz que os demais  é proibida em alguns países.

Uma conhecida parou no hospital por causa do Resfenol. Esse medicamento faz parte da nova geração de anti-gripais. Essa nova geração, possui associações com antialérgicos e medicações para dilatar as narinas e aliviar a congestão nasal. Bingo! Então não pode ser ingerido junto com outras medicações, né? Pode, sim. A não ser que a outra medicação também seja Paracetamol ou antialérgico ou conforme o que está escrito na Bula. Não associar a bebida alcoolica, pois antialérgico, não pode ser misturado ao alcool. E isso está escrito em letras grandonas também  na BULA! Amiga, na BULA! Ela existe para se lida e guardada!

Minha conhecida não contou ao médico duas coisas: havia tomado Resfenol para abrandar a dor de cabeça do porre anterior,  tomou 2 compridos e ainda outro comprimido de Paracetamol. Gente, o Resfenol tem qual componente mesmo? E qual é a dose indicada? Eu digo. O Resfenol já é paracetamol, só que associado e a dose máxima é um comprimido por vez. Então? 

Minha outra amiga mãe de uma menina de 6 anos, ligou perguntando se podia dar a filha um Paracetamol "por cima" do Resfenol. (Devia ter ligado ao pediatra). Mandei ela ler a BULA e depois ligar de novo. Mesmo assim ela não entendeu. E eu expliquei, claro, antes que ela matasse a filha por overdose.

Meu pai, certa vez, com crise hepática resolveu usar um medicamento muito apreciado por ele, Olina. E piorava cada vez mais, além das dores, vivia em constante diarréia. Foi ao médico e o diagnóstico foi: excesso de Olina. Acreditem, ele achando que não melhorava, bebeu um frasco inteiro em apenas um dia. Alegou que mal não fazia, pois era feito de plantas, tomava no gargalo.

E outra amiga quase me enlouqueceu quando viu eu dar ao Pietro Nimesulida. Só usei porque o médico indicou para curar uma inflamação na garganta, depois que usei Profenid e esse nem fez cócegas. Sei que é um medicamento forte e deve ser usado apenas por alguns dias. Conferi tudo com outros dois pediatras.

O médico explicou que em todo medicamento há riscos. Leve em conta a opinião de seu médico de confiança, pois há muita medicação nova disponível. Tem gente que pensa que Vitamina C não faz mal. A bula traz a informação que organismo retira o excesso excretando na urina  (por isso, alguns pensam que pode tomar o frasco inteiro ou dose dupla) mas há casos comprovados que o excesso causa insuficiência renal, pois os rins trabalham em dobro para retirar esse excesso. Se você é predisposto a problemas renais e ajustar ou prolongar por sua conta a dose, poderá ficar doente.

Ouvi mãe dizer assim: "ah, não faz mal não, é medicamento vendido livremente! Eu pego Biofenac e taco de hora em hora, melhora num dia a dor de garganta dele".

Mas o que há de sério sobre o Paracetamol? Há uma pesquisa que justifica a retirada  do mercado , pois o uso em excesso comprovou casos de lesões no fígado em grande número de pessoas. Mas se for assim teriam que retirar quase todos os medicamentos do mercado. Há outra pesquisa que justifica que o Paracetamol associado é ainda mais perigoso devido a essas associações e  ao uso indiscriminado como se fosse um analgésico comum.

Acredita-se  que após alguns anos de ingestão,  este, pode causar lesões sérias no fígado e ainda problemas respiratórios. Mas é exatamente no exagero que há esse perigo, também em pessoas pré-dispostas à problemas hepáticos. Essa contra-indicação está escrita na Bula, mas como saber se sou pré-disposta? Eu, sempre, quando vou à pediatra novo, tenho que informar que  Pietro não pode usar corticóides ou Dipirona, pois são os primeiros medicamentos receitados e eles não perguntam nada.

Existe, ainda, no Resfenol, um corante chamado Tartrazina, esse sim, na minha opinião de alérgica deveria ser banido já que existe uma multidão de gente alérgica a ele. Tem como sintomas desde urticária, eczema.. até o fechamento da glote e morte por asfixia. E nem precisa existir, pois há outro corante amarelo disponível.

Gente, ouço e vejo tantos absurdos que resolvi escrever este post. Não sou e nem entendo da área de saude, mas convivo com minha alergia, meu marido diabético tipo 1, meu filho que utiliza medicamentos especiais para a rinite alérgica que herdou da mamãe e minha irmã que  chefia departamento de saude. Aprendi a perguntar ao médico antes de usar, ler a Bula e os rótulos para verificar se trata-se do mesmo componente na fórmula e seguir rigorosamente as indicações de quantidade e duração do tratamento.

Já dei medicamento errado para meu filho e postei aqui, mas culpei a mim mesma, não ao medicamento. Vejo que medicamentos importantes tendem a ser retirados do mercado porque as pessoas alegam perigo e sempre concluo que na maioria das vezes o perigo está nas pessoas. Mas o que é excesso? Excesso é usar além da dose prescrita pelo seu médico, automedicar-se ou  utilizar vários medicamentos para o mesmo fim, ou divergente com a BULA.


17 comentários:

  1. Bom saber.. tem povo neurótico mesmo.beijo

    ResponderExcluir
  2. Mary, minha filha qdo tomou pela primeira vez dipirona empolou todo o corpo, pois ela é alérgica ao medicamento e não sabíamos. Hoje, qdo com dor e febre ela só toma paracetamol, lógico, receitado pelo médico. Como trabalho para a indústria farmacêutica fornecendo as bulas, eu sei muito da sua importância, mas infelizmente são poucos que as leiam. Este teu post presta um serviço de utilidade pública. Parabéns. Bjos.

    ResponderExcluir
  3. Oi Mary!
    O teu blog é muito bem escrito, com assuntos muito interessantes. Acabo de chegar depois de ter lido o teu recado no meu blog. Tenho paixão por animais e faço o melhor que posso para ajudá-los, inclusive divulgando campanhas da net, como aquela que vue você viu.
    Fiquei feliz de saber que é conterrânea.
    Um abraço!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bjos, Regina! Obrigada!

      Excluir
  4. Olá, por pesquisas em vários sites e converas com médicos, conclui que o Paracetamos é comprovadamente hepatotóxico, não tomo nem dou aos me=us filhos nunca. O Ibuprofeno (Alivium e genéricos) é considerado o mais seguro nas doses recomendadas (5 a 10 mg por kilo).

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Cuidado se a pessoa for diabética

      Excluir
  5. Amiga, o Ibupufreno é 10 x mais tóxico que o paracetamol. O que ocorre é que paracetamol é mais fraco e as pessoas vendo que não houve melhoras, tomam dose dobrada, aí sim, faz mal.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Boa resposta.O excesso sim,é q causa a toxidade.A dipirona,na minha opinião e até os aparentementes inofensivos,como aspirina,que contém ácido salicilico,são tão tóxicos,ou mais q o paracetamol.A dipirona é equivalente a um opiáceo e pode matar quem é alérgico.Nunca mais tomo,tive uma reação,c ambos e só posso usar paracetamol.Se fosse tão fatal,tomo há mais de 17 anos,já teria morrido.A aspirina e derivados de dipirona sódica é q deveriam proibir,e esquecem q os ácidos,como AAS,são antagonistas de gripes alérgicas,asma,rinites e podem piorar,e não curar.Todo medicamento é tóxico.O ideal é q aqui no Brasil,tivesse um teste obrigatório de alergia a substâncias,p q evitasse mtos erros.Eu fui vítima de mtos médicos q abusaram e se negaram a ouvir minha queixa,eu sempre digo os medicamentos q posso tomar,mas não adianta.Jogo receitas fora e perco tempo e paciência.Meu caso é raro,e é mais fácil me perguntar o q posso tomar,(quase nada,verdade!),do que o que devo tomar.Infelizmente aprendi na mão desses doutorezinhos q sequer devem ter lido livros a respeito e apenas compram diplomas achando q tem conhecimento,eles não sabem nada.As universidades de medicina,até mesmo a clínica geral aqui no país,deixa mto a desejar,não confio em médico algum...Nem tudo o q falam é verdade e mtos prescrevem medicamentos q foram reprovados na Europa,mas aqui é comércio,e discriminadamente compras e vendas e pior,prescrições são dadas,sem escrúpulo algum...

      Excluir
    2. INOFENSIVA,A DIPIRONA SÓDICA...DESCULPE,MAS VOLTE A ESTUDAR,OU PARE DE VER PROPAGANDAS SEM RESTRIÇÃO.NUNCA VI TANTA IGNÔRANCIA,VÁ VER O Q SIGNIFICA IDIOSSINCRASIA,SE ACHA Q A DIPIRONA É INFENSIVA,QUASE ME MATOU,ESSA POR...NÃO FALE O Q NÃO SABE,PIOR,INCENTIVANDO O USO DE ALGO Q DEVE SER PRESCRITO,P QUEM PODE E TEM TOLERÂNCIA,IDIOTA...O GARDENAL TBM DIZEM Q É UM ANTICONVULSIVANTE INOFENSIVO,ALIÁS,O DE PRIMEIRA LINHA...RSRSRS.MTOS MORREM,PQ ELE CAUSA RIGIDEZ MUSCULAR E MAIS,EU ESTUDEI,MESMO Q AINDA NÃO TENHA CONCLUÍDO FALO C EXPERIÊNCIA E ESSE INOFENSIVO,PARA SUA OPINIÃO QTO A DIPIRONA ME LEVA A SUGERIR Q PASSE EM UM PSIQUIATRA,ISSO É IDIOTICE,BURRICE,OU LOUCURA,VIU,PARE DE PASSAR INFORMAÇÕES ERRADAS E PERIGOSAS AO POVO.

      Excluir
    3. Não acc insultos,ou réplicas,se errei na digitação,foi por ver tanta merda,isso sim...Surtei,nossa...Mas o recado,c ou sem acentos,pontos,vírgulas e letras faltando fica!!!

      Excluir
    4. Preocupadaaaa... com você. Deve estar com algum mal na alma, né amigo? E você nem espaço nas vírgulas deixa? É... você realmente sabe escrever! Só acha que sabe, né? E deixei você com seu veneno.

      Excluir
  6. Nunca vi texto mais mal-escrito que esse! Vírgulas desnecessárias que chegam a dar dores de cabeça. Peraí que vou tomar uma dose de paracetamol!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Isso aqui é apologia ao envenenamento, só pode ser !
      ... a minha irmã disse ... isto só pode ser piada de mau gosto sem fundamento científico.
      Defendendo o paracetamol ?
      Todos sabemos que os hospitais e profissionais da saúde vivem da doença alheia e não da saúde.

      Excluir
    2. Boa,tbm vou...tomei ontem estou bem melhor,e agora após ler tanta imbecilidade,ninguém merece...Se fosse tão perigoso,deviam ver q todo medicamento é uma faca de dois gumes,tem q saber usar e ser precrito por profissional competente...Vou tomar mais umas 25 gotas,não sabem o q é não poder ter alívio c nenhum outro,e estou c dores q o difamado paracetamol me aliviou,aliás,por mtos anos e não morri não...Não defendo o uso,mas alerto qto o abuso e as informações de leigos.

      Excluir
    3. Quem está defendendo, caro amigo? Não sabe interpretar texto? Estou defendendo o uso correto do medicamento. Ficou provado que quem se intoxicou tomava doses até 10 vezes maiores do que a recomendada, pois como ele é fraco, costuma não fazer efeito em algumas pessoas, assim como no meu filho depois dos 6 anos não baixa mais a febre. E eu fui usar o dobro da dose por acaso? Não, eu perguntei ao médico o que ocorria, quando ele me explicou e recomendou o Ibuprofeno e a Dipirona, essa última foi inclusive, testado no hospital. Para você ver como sou cuidadosa, aqui não tem apologia nenhuma não. O mal educado está sendo você.

      Excluir
  7. E você querido anônimo, mal escrito se escreve assim e não assim como você escreveu. Então, que você não entende de vírgula porra nenhuma!

    ResponderExcluir
  8. Oh! Coitadinho do anônimo...

    ResponderExcluir

Espero o seu recadinho!! Não custa nada, vai?